Mundo Verde

Blog da turma 9MC2

Categoria: 1941-1961

Consequências da Bomba Atômica

Consequências da BOMBA ATÔMICA.

Foto: Reprodução

Disponível em: https://www.estudopratico.com.br/bomba-atomica-surgimento-e-a-marca-deixada-na-historia

Ambientais:

  • A radiação eletromagnética provoca a formação de uma bola de fogo.
  • Um vento extremamente forte também é causado pela explosão inicial.
  • Tudo dentro de um raio de 1,5 km foi completamente destruído.
  • O efeito sobre o ambiente imediato é de devastação total.
  • O calor extremo da radiação térmica queima tudo em seu caminho, incluindo animais, árvores, prédios e pessoas.

Chuvas radioativas

Fonte: Fleury – Medicina e Saúde

Uma explosão de bomba atômica cria uma poeira radioativa que cai do céu em uma área em torno do local da explosão, sendo espalhada muito além, contaminando o solo, a água e a cadeia alimentar em ambientes mais distantes. Inicialmente, pouco se sabia sobre a precipitação radioativas.

Efeitos das bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki

Fonte: http://www.japaoemfoco.com/saiba-quais-sao-os-efeitos-de-radiacao-nuclear-para-a-saúde (2017)
  • As bombas atômicas foram lançadas pelos Estados Unidos no Japão, nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, nas cidades de HiroshimaNagasaki, durante a Segunda Guerra Mundial.
  • Efeito imediato é a geração da radiação térmica, que provoca queimaduras e incêndios, levando os sobreviventes da explosão à morte por carbonização.
  • Depois da explosão nuclear, a região afetada fica sob o efeito da radiação por muitos anos, e as pessoas que têm contato com essa radiação podem desenvolver câncer e sofrer mutações genéticas, passando o problema para as futuras gerações e levando a deformações.

Soldados Japoneses sobreviventes da bomba em Nagasaki, 1945

Crianças em Hiroshima, 1945

Sobreviventes, Nagasaki, 1945

Bomba atômica

Fonte das imagens http://obviousmag.org/archives/2014/02/as_consequencias_e_efeitos_da_bomba_de_hiroshima_e.html

Industrialização da Alemanha

     
fonte: encurtador.com.br/bqrzH

        Um dos principais fatores para o rápido desenvolvimento industrial da Alemanha foi a alta qualidade de instrução da classe trabalhadora. Essa instrução levou a industrialização ter mais desenvolvimento de tecnologias e inovações. A articulação financeira entres seus bancos foi mais fator que ajudou em seu desenvolvimento de rápido, pois está bem sucedido, assim como incentivar uma expansão industrial e tecnológica. A política da potência de bem-estar feita pelo governo e da abertura por Bismarck, levou uma grandeza e quantidade de ferrovias, serviços postais e telegráficos, como também, uma instrução elevada.

        A indústria alemã era caracterizada principalmente por indústria química e elétrica. A industria química beneficiada pelo forte investimento em pesquisas e desenvolvimento, como também pela acessibilidade há matérias-primas. A indústria elétrica foi de vital importância para o sucesso alemã, com uma descoberta da lâmpada elétrica. Embora a sociedade se desenvolva com sucesso, ainda permanecem características de antes de sua industrialização, ressalta-se sua grande atividade agrícola e a sobrevivência dos artesãos. 

texto adaptado do site: https://goo.gl/is1kUV 

Coréia do norte

Coreia do Norte

Resultado de imagem para bandeira da coreia do norte

Bandeira Coréia do norte                                                                      https://goo.gl/5sD96G

    Dados da Coreia do Norte: Capital: Pyongyang (3.300.000 habitantes). Área: 120.538 km². Idioma: Coreano. População: 23.906.070 habitantes. População urbana: 63%. Esperança de vida: 67 anos. População subnutrida: 32% Mortalidade infantil: 47 óbitos a cada mil nascidos vivos. Moeda: Won norte-coreano. PIB: 40 bilhões de dólares.

PIB per capita: 618 dólares.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco Graduado em Geografia

                            A Coreia do Norte é o país que possui um dos regimes políticos mais fechados do planeta. 

              Publicado por: Wagner de Cerqueira e Francisco em Países0 Comentários

Apresentação militar da Coréia do norte   https://goo.gl/5hiKUX

   A Coreia do Norte é um país formado através da divisão da antiga Coreia, em 1948, conforme os interesses geopolíticos dos Estados Unidos e da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), dando origem à República Democrática Popular da Coreia (Coria do Norte) e a República da Coreia (Coreia do Sul).

  A criação desses dois novos países ocorreu durante a Conferência de Potsdam, onde foi estabelecido o marco divisório – Yalta e Ptstan, no paralelo 38°. Entretanto, foram criadas duas nações autônomas com ideologias geopolíticas contrárias: a Coreia do Norte, com sistema

comunista, apoiada pela União Soviética; e a Coreia do Sul, capitalista, apoiada pelos Estados Unidos.

Localizada no leste do continente asiático, a Coreia do Norte limita-se com a Coreia do Sul (ao sul), Rússia (a nordeste) e China (a oeste), além de ser banhada pelo oceano Pacífico. Seu território está situado a leste do meridiano de Greenwich (Hemisfério Oriental), ao norte da linha do Equador (Hemisfério Setentrional), além de estar entre o Trópico de Câncer e o Trópico de Capricórnio, pertencendo, portanto, à Zona Climática Intertropical. O território norte-coreano é extremamente montanhoso, fato que impossibilita a habitação em algumas regiões do país. Seu clima é temperado continental, apresentando as quatro estações do ano bem definidas. Esse país possui um dos regimes políticos mais fechados do planeta. Sua fronteira com a Coreia do Sul é totalmente vigiada. Com o fim da União Soviética (1991), principal aliada da Coreia do Norte, a economia nacional entrou numa profunda decadência.

Sem o apoio soviético, a economia, baseada na indústria pesada e na agricultura mecanizada, apresenta constante declínio. A Coreia do Norte possui cerca de 50% da reserva mundial de magnesita, além de depósitos de carvão, ferro, tungstênio e grafite. Apesar da riqueza mineral, o país enfrenta vários problemas de ordem socioeconômica. A produção de alimentos não é suficiente para suprir a demanda nacional, fato que já provocou a morte de mais de 2 milhões de pessoas em razão da subnutrição.

Fonte: https://goo.gl/lzFoFm

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén